10 maio, 2009

saudade é não saber o que fazer.

hoje é dia das mães gostaria de parabenizar todas as mães blogueiras e das blogueiras (os) também,inclusive as que não estão mais entre nós.
Bom. Minha bisavó morreu faz pouco tempo.e ela era a pessoa mais mandona que eu conheço,praticamente me ajudou a ser criada.
e hoje eu sinto muita saudade do jeito "general" dela de ser. porque saudade é não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. E eu sinto muita falta dos dedos dela em cima do piano. Das musica que ela tocava pra mim,dos gritos dela pra mim parar de riscar as paredes do sitio. Sinto saudade da comida,os biscoitos de natal tão adoraveis e gostosos de limão. Sim porque só eu nao gostava do recheio de laranja,ela sempre fazia 10 biscoitos de chocolate especialmente para a Carolina. E também sinto falta dos beliscoes por eu ter comido eles antes do natal.
Era uma mulher exelente. Não aceitava um monte de coisas que são normais aos dias de hoje. Mas isso veio depois da morte do meu bisavô. Eu prefiro acreditar que ela se tornou uma pessoa amarga por ter perdido uma das pessoas que ela mais amava.
e eu sei que tudo pra sempre de alguma forma vai me levar ao sabor dela. Aos livros que eu herdei dela (sim,foi a unica coisa que eu quis,os livros,ja que nao podia ter o piano). Ao gosto dos biscoitos,dos bolos,ao cheiro de lavanda que o perfume dela tinha. Sempre vou me remeter a ela de alguma forma.
E embora as vezes o corpo se mova, a alma fica para tras.
a minha ficou por muitos dias parada do lado da sepultura. Mas hoje eu sei que ela me quer rindo. Por isso Srª Hêrica Küller Rothe.
a senhora será pra sempre muito importante nas minhas memorias

5 comentários:

Simone Schuck disse...

Obrigada querida! :D

A Madrasta Má disse...

Oie! Parabéns pelo texto... as lembranças são tudo de bom, principalmente das pessoas q nos marcam né? Bjinhos da Madrasta

- Nessa Alves ਏਓ disse...

Parabéens pelo texto.
Relembrar as coisas boas do passado, realmente e TUDO DE BOM'
é você conseguiu se expressar muito bem.
Pode creer onde ela estiver irar querer te ver sempre sorrindo.

Então sorria.

Feliz Diia.
beijos :*

Paciência, revolta e um pouco de lucidez ou falta da mesma. disse...

a saudade é não saber o que se falar quando a pessoa esta aqui e se arrepender disso depois que ela se vai ;x

C. disse...

Emocionante texto!
Me nego a fazer mais textos em homenagem a minha mae, que tb ficará eternizada na memória.