18 julho, 2010

aviso dado,amor de poeta

Amor de poeta é amor pleno,amor de fazer castelo,amor de fazer tremer. Mas pra ser amor de poeta não pode haver ciumes ou qualquer egoismo assim.
Amor poético tem quantas musas a memoria aguentar,mas não se ilude,é verdadeiro enquanto durar.
Mas pra ser amor de poeta tem que ser amor de enlouquecer,de esquecer nome e tudo mais. Amor de poeta doi,sangra e faz sofrer,mas é tão lindo,que só quem ja foi amor de poeta vai entender.
E aqui clamo a qualquer um que me leia,poeta é também seletivo,tem que ter um sabor diferente pro poeta amar.
E digo agora,que também sou poeta,também tenho direito a esse amar.

8 comentários:

Gabriela Castro disse...

Tenho amores para quem eu escrevo. Queria eu ser o amor da poesia de alguém. Gostei muito daqui =)
beijos

'Lara Mello disse...

Escrevemos pra desabafar o fardo de sermos nos msm!Tb gostei do seu blog..Sigo-te e convido a me seguir!Bju!

jefhcardoso disse...

Amor de poeta é intenso e sair desse patamar..., não será mais amor de poeta.
Abraços.
Jefhcardoso do
http://jefhcardoso.blogspot.com

Zé urbano disse...

AMA A DOR

Poesia quando vem
sempre encontra
um bobo sonhador.
Pois no amor
todo poeta
é sempre amador.

Abç

Natália disse...

eu também quero, também tenho direito. bj

Adh2bs disse...

Bem vinda ao clube!
Abç,
Adh

• Murillo Japa disse...

Opa Tudo bem ?
Dando uma visita (espero retribuicao rs) :D
Muito bom seu Texto .

Abraço .

Bella disse...

E não teríamos todos nós direito a um amar assim? Mas amor de poeta tb é complicação, desespero e a possiblidade de desilusão...