21 agosto, 2008

comida chinesa e coca-cola

ela estava sentada em uma mesa muito bem lixada. Varias folhas espalhadas,algumas amassadas,uma caneca de café com leite pela metade. Parecia que queria criar algo,mas não conseguia imaginar como ia colocar aquela ideia no papel. Era isso que ela presisava,de algo novo. Jogou os cabelos loiros que caiam sobre a folha pra tras e tentou se concentrar.
Ele invadiu seus pensamentos de subto,os olhos castanhos de um modo tão expressivo. Ela pensou em lhe escrever uma carta,mas por falta de assunto abandonou a ideia. Voltou aos papeis tentando afastar aquele palhaço de seus pensamentos.
A lua na janela pareceu sorrir e ela como uma criança sorriu de volta. Talvez algo estivesse faltando,o relogio marcava 10 hrs. Ela decidiu por um banho,mas resolveu terminar o café antes.
Ele entrou devagar e em silencio como uma serpente pronta pra dar o bote. Os olhos castanhos brilharam,a barba por fazer que ele adorava roçar nela. Sorriu ao ve-la tão dessarumada. Ele a adorava e ela nem sabia quanto. chegou sorrateiramente por tras dela e lhe beijou o pescoço e se divertiu com o susto dela
-mas oq vc faz aqui?
-uma visita- piscou- trabalhando até tarde de novo?- sorriu para ela.
ela se derretia com aquele sorriso
ele a enlaçou com os braços ali mesmo na cadeira. Ela roçou os labios na barba dele.
-quando vc vai faze-la?- olhou nos olhos dele,aqueles olhos verdes que ela tinha,convenciam e estigavam ele.
-estou pensando em me vestir de papai noel no natal- ambos cairam na gargalhada. Ela se lembrou de como eles se conheceram, a chuva,o ponto de onibus,os livros no chão. ele se lembrou de como ela estava molhada e tropeçou nos proprios pés indo ao chão junto com ele e todos os livros e papeis espalhados,um golpe do acaso.

(continua no proximo post...)


cesse tudo que a musa antiga canta que outro valor mais alto se levanta (Camões)


6 comentários:

sblogonoff café disse...

A fúria característica que você tem.
Um texto que prende.
Afeto.
Adorei seu (conto?!) e aguardo a continuação ansiosa!!
Sopro de Eves!

Cris Santos disse...

Pelo inicio, estou adorando o seu conto. Consegue prender quem esta lendo.
Me avisa quando postar o proximo episodio? Estou aguardando...
beijjoss querida

Mariana Valente disse...

Ai menina, to a-d-o-r-a-n-d-o!!! Quero muito ver como vai terminar!!!

Uma otima semana pra ti...
beijoks

Maíra disse...

e que eles fiquem juntos...adoreii...voltarei para ver o final bjs se cuidaa

Já sabes quem é disse...

- Você vai continuar, não vai?
- Vou.
- Realmente até o fim?!
- Sim. Realmente até o fim.
- Não importa o que aconteça. (Carolina encarou-o com raiva e afeto, uma espécie de carinho doído naquela última e desesperada tentativa de entender a mente, a vontade e a carência de Thiago).

biazinha disse...

Esse conto promete. Já estou curiosa por seu desenrolar dos fatos.

Beijinho.