10 julho, 2008

balarina

Dança bailarina
dança até o fim do dia
acalma minha angustia.
sela meu medos.
Dança bailarina,
vai dançando devagar.
enxe esse peito de alegria.
enxe essa alma.
pra nunca mais chora
dança bailarina
mas dança sem cansar.
quero ser que nem menina
que sai na rua pra brinca
e vai girando,girando,girando
levando medo,angustia, desespero
e vai indo
Dança bailarina.
que a vida segue.
mas o moço bonito já não é o mesmo sem o teu balé.

2 comentários:

sblogonoff café disse...

Essa menina, tão pequenina, que ser bailarina. Não sabe nem dó nem ré, mas sabe dançar na pontinha do pé!
Que a dnaça sirva para acender o sol, como bailarina, como cigana, como qualquer mulher ao som de uma canção ou dançando no escuro.
Que ela encontre o par perfeito.
(que nem sempre é!)

camila disse...

liindooooo :)
dorei mesmo
by:
w³.imensidadx3.blogspot.com