13 dezembro, 2010

covarde.

nao tenho coragem.
A respeito disso nunca menti pra ninguém. Nunca disse que tenho medo de escuro,mas eu também nunca afirmei não ter medo. Isso não me faz de mim uma mentirosa,apenas reservada.
O fato é que nunca tive coragem nenhuma. As vezes que briguei,alguém começoua briga e tudo que eu fiz foi no sangue quente,não foi premeditado,nem foi com o intuito de vencer. Me entrego facil.
Não que eu seja fraca só porqu eue levo desaforo pra casa. Eu tenho la minhas forças. eu sei ir atras das coisas qu eu quero,mesmo que as vezes eu desista facil, não nasci pra ser joana D'arc. Nasci pra ser apenas a menina dos cabelos vermelhos. que saia do balanço quando a menina mais bonita do jardim de infancia queria balançar,embora eu não soubesse que a menina mais linda do jardim de infancia era eu. porque era pura. porque era amor. eu era simplesmente amor. da minha mãe. Essa sim uma guerreira. Do mesmo jeito que pra mim eu vou ser sempre a gordinha sardenta. Eu não cresci. Ainda tenho me de escuro,de barata e besouro,tenho medo de apanhar e de que gritem comigo. tenho medo de amar,de ser amada também.
E tenho medo de ser pedida em casamento. Sim,é meu medo mais exorbitante. Tenho medo de casar! Medo que deveria ser masculino pelo fato do compromisso. mas nao é medo de compromisso que eu tenho. Tenho medo de dividir a cama,a cozinha,a vida. Tenho medo de ter alguém me abraçando na madrugada fria. tenho medo de doer.

15 comentários:

Ju Fuzetto disse...

O medo dói nos olhos...

Lindo flor de liz!!!

beijosssssss

Veronica Rodrigues disse...

lindo lindo. ter coragem é difícil.

thais m. disse...

medo de casar para uma moça foi engraçado , mas a verdade é que deve doer mesmo.

adorei!

Maris Morgenstern disse...

Que bonito isso
no fundo é preciso um pouquinho de coragem pra admitir alguns dos medos q vc admitiu aqui

... disse...

Gostei daquela parte não nasci pra ser Joana D'arc,sou a menina dos cabelos vermelhos...
Me identifiquei bastante com que vc escreveu... muito maneiro o post

Hemilly Mares disse...

Selo pra você no meu blog.

Adh2bs disse...

Olá!
Mas é o medo que te leva pra frente, te desafiando a superá-lo. Por exemplo, eu sempre tive medo de viajar de avião. Um dia, a curiosidade foi maior; a curiosidade de saber como era, mas principalmente, de saber se venceria esse medo. Venci! Continuo tendo o mesmo medo, mas ele não me impede de voar.
Feliz 2011.
Adh2bs

Jandy disse...

Ola adorei seu cantinho
bacana q so!
Seguindo!
Segue tb
jandyscorpion.blogspot.com
BEIJOS de luz

Pierrot disse...

Oie,
Um dia tive medo do amor, do casamento, dessa entrega, mas tive a certeza que dentro de mim algo precisava ser mudado, então resolvi lutar... me decepcionei, doeu, poxa como doi qdo nos separamos daquela pessoa que simplesmente se tornou tudo em nossa existencia, mas eis que com o tempo aquela dor deixa de ser o centro de nossa atenção então aos poucos vamos deixando o coração livre... e quando menos se espera la vai o coração se apaixonar denov, mas dessa vez com tanta incerteza, com tanto receio de sertir-se como antes... mas aos poucos me permiti sentir, amar e ser amado então hoje apesar de ter alguns medos, eu quero casar e quero ser feliz, por meu coração esta em paz, passei a enxergar o simples e não complicar tanto a vida.

Gostei do texto!

Bjos

Monstrinha disse...

Quanta sinceridade!
Particularmente, acho que a reconhecer que tem medo exige muita coragem e pra dar a cara a tapa como vc fez nesse post aí, só com muita bravura mesmo.
=D
Adorei o conto do post aí debaixo também. Muito envolvente!
Seu blog é ótimo!

C. disse...

Olá!

o tempo passou e vc continua seduzindo com suas palavras e com pleno domínio da arte.

um beijinho, voltei...

Feliz 2011, sem medo.

Duda Sansão disse...

Simplesmente amei seu blog! Parabéns pelos maravilhosos textos!
Abraços!

deia.s disse...

Seguindo aqui, gostei :)
Segue o meu se puder?

http://amar-go.blogspot.com/

bjo!

meperdidemim disse...

me identifico dom vc,bj

MSL disse...

Fantástico! Gosto da forma como escreves!

Quanto ao medo de compromissos... não és a única! Assusta um bocadinho xD

E não queiras ser a Joana dArc... ela não teve um final lá muito bom, não foi? ;)